Saiba o porquê dessa ferramenta do Google ser essencial para o sucesso da sua estratégia de marketing digital

No nosso artigo sobre Performance falamos desse universo da performance digital, que é o marketing totalmente focado em resultados. Nesse artigo vamos nos aprofundar um pouco mais nas formas de se trabalhar links patrocinados.

Você conhece o Google Shopping?

Se você já ouviu falar de comparadores de preço como o Buscapé, então muito provavelmente, não terá dificuldades em saber o que é o Google Shopping, pois ele nada mais é do que um comparador de preço do próprio Google.

Sabe quando você procura por algum produto no Google e logo na página de busca aparecem várias fotos desse produto com o preço dele em várias lojas? Então, esse é o Google Shopping.

Vitrine Google Shopping

O Google estava de olho nos comparadores de preço, pois eles se tornaram muito populares entre os consumidores justamente por oferecerem organização e praticidade. Para não ficar para trás, o Google decidiu lançar o seu próprio comparador de preço em 2011.

O ponto alto do Google Shopping é que o usuário pode analisar e comparar os preços dos produtos diretamente dos resultados de busca do Google, sem precisar ser redirecionado para outra página.

Com isso, os usuários saíram ganhando. Além de ficar mais fácil de comparar preços, os outros comparadores precisaram aperfeiçoar os seus recursos para melhorar a experiência do consumidor nos sites para continuar os atraindo.

Se o objetivo da sua estratégia de links patrocinados é aumentar a conversão de vendas, essa ferramenta não pode ficar de fora. Além de proporcionar ótimos resultados, o Google Shopping também tem uma ótima relação Custo x Benefício.

Custo x Benefício

Na hora de fazer uma campanha de links patrocinados, você pode pagar de diferentes formas, sendo uma delas o CPC.

O Custo por Clique consiste em o anunciante ter que pagar cada vez que alguém clicar no seu anúncio. Quando não temos muitas informações dos produtos, costumamos sair clicando em todos os anúncios a fim de encontrar um que atenda as nossas necessidades.

Em suma, os usuários clicarão diversas vezes no seu anúncio achando que vão encontrar o que procura, vão sair e não comprarão nada e você terá que pagar por cada clique sem ter um bom índice de conversão de vendas.

Com o Google Shopping o cenário já muda. Ele já faz uma filtragem dos preços dos produtos e lojas e te mostra diretamente nos resultados de buscas. Ou seja, sem precisar clicar no anúncio o usuário conseguirá comparar os preços e atributos do produto, decidir onde fará a compra e, ai sim, clicar no anúncio.

Assim, o anunciante pagará pelo clique somente uma vez e terá maior conversão de vendas, pois o cliente terá certeza que vai comprar o produto naquele site.

Veja a imagem a baixo:

Produtos no Google Shopping

Percebeu como não é preciso clicar direto no anúncio? O seu produto já está com as informações claras – foto, título, preço e loja – e o usuário não precisará clicar se não tiver interesse em finalizar a compra.

Outro ponto: os produtos que estão cadastrados no Google Shopping estão aparecendo até antes dos anúncios pagos. E se você clicar nos “Resultados do Google Shopping” abrirá outra página mais elaborada contendo mais informações dos produtos.

Nessa outra página, você pode filtrar a sua pesquisa de acordo com os seus interesses como preço, marca, loja, entre outros.

Para quem conhece as campanhas do Google Adwords, saiba que tem uma diferença entre elas e as campanhas do Google Shopping. Diferentemente do Adwords, em que os anúncios são exibidos com base nas palavras-chaves, no Shopping o que determina se seu anúncio vai aparecer ou não, são os atributos do produto. Então, quanto mais informação tiver e mais detalhadas forem, melhor.

Já vimos alguns benefícios em investir nessa plataforma. Mas se você ainda está em dúvida, listamos mais 3 motivos que, com certeza, vão te fazer mudar de ideia.

Maior tráfego na sua loja virtual

Como já falado aqui, os anúncios do Google Shopping são os primeiros a aparecerem nos resultados de busca e, por isso, chamam bastante a atenção. Eles também são mais atrativos do que os anúncios de texto por possuírem imagens dos produtos.

Pelas imagens e por também já conter preços, duas informações que mais pesam na hora da escolha, esses anúncios tendem a ter mais cliques.

Essas pessoas que procuram algo no Google, como “tênis para correr”, no mínimo, já estão com interesse de compra. Então, ao ter acesso a diversas informações do produto e clicar no seu anúncio, você terá um lead qualificado no seu site e, se o produto realmente atender às expectativas, você terá um aumento de conversões.

Ao entrar em seu site, o consumidor já estará em um estágio muito avançado do funil de vendas e muito próximo em comprar o seu produto. Só poderá atrapalhar isso questões como usabilidade do site, meios de pagamentos e outros fatores da própria loja.

Outro fator que pode aumentar o tráfego do seu site é conseguir fazer com que os seus anúncios do Google Shopping apareçam juntamente com os links patrocinados da sua loja.

Se você conseguir definir uma boa estratégia e fazer com que as duas campanhas sejam relevantes e com bons lances, os anúncios poderão aparecer ao mesmo tempo e, consequentemente, seu site terá mais exposição podendo atrair mais cliques.

Monitoramento de performance

O Google Shopping te oferece um monitoramento bem detalhado da performance dos seus produtos.

Seus relatórios de desempenho mostram quais categorias de produtos e quais marcas geram mais conversões e até quais características técnicas podem gerar mais cliques.

Também é possível saber informações da performance dos concorrentes para fazer um comparativo de mercado.

Com essas análises você poderá criar grupos com os produtos que mais convertem e investir um valor maior de lance em produtos que dão mais retorno para a sua loja.

Filtro de pesquisa

Já mencionamos o filtro de pesquisa do Google Shopping. Como tem uma infinidade de lojas cadastradas, você poderá pensar ser impossível aparecer nos resultados, certo?

Errado. O filtro de pesquisa funciona justamente para dar a chance de todas as lojas aparecerem. Com ele, o usuário pode encontrar exatamente o que procura, fazendo uma pesquisa refinada. Assim, detalhando exatamente o que procura, como faixa de preço, tipo de produto, vendedor e outras variantes, o Google Shopping dá a chance de qualquer loja vender.

Viu como o Google Shopping beneficia ambos os lados? Para o consumidor, a busca e a comparação de produtos ficou mais fácil. Para quem anuncia, é mais uma ferramenta para promover os seus produtos e ainda conseguir mostrá-los no espaço nobre dos resultados de busca do Google.

O que você está esperando? Não perca tempo e invista nessa ferramenta de marketing digital que é essencial para o seu sucesso.