Com o advento da internet, a forma como empresas e consumidores se comunicam mudou profundamente. Propagandas e comerciais, que antes eram desenvolvidas unicamente para atingir um público passivo, agora mudaram de formato, se adequando às necessidades de um público-alvo cada vez mais informado e exigente em relação ao conteúdo consumido.

Como forma de sobreviver, se reinventar e competir de igual para igual com outras empresas, companhias de pequeno, médio e grande porte, devem investir em um novo conceito de marketing baseado em despertar o interesse por um produto ou serviço.

Conhecido como inbound marketing, essa estratégia mostra que é possível atrair mais clientes e aumentar o faturamento (ticket médio) com uma estratégia baseada em despertar o interesse do público, ressaltando as qualidades e motivos para adquirir um produto ou serviço.

Mas, como o Marketing Inbound surgiu, como ele se diferencia do marketing tradicional (ou outbound marketing) e quais são suas principais características e vantagens, em comparação a outras formas de aumentar o reconhecimento de uma determinada marca? A resposta para estas e outras perguntas, você confere logo a seguir. Acompanhe!

 

O que é e como surgiu o inbound

 

Antes da consolidação da internet como um dos principais meios de informação, TV, Rádio, jornais e revistas eram os únicos que ficavam responsáveis por informar o público sobre os mais variados assuntos, enquanto promoviam empresas e marcas em páginas impressas ou durante intervalos comerciais.

Contudo, com o passar do tempo, essa estratégia foi perdendo força e efeito, fazendo com que os investimentos unicamente em publicidade tradicional deixassem de fazer sentido, pois o custo de aquisição de cliente se tornava cada vez mais caro para a empresa interessada em se autopromover.

Conforme as empresas perceberam os altos custos envolvidos no investimento de marketing tradicional, o inbound passou a se tornar uma alternativa complementar para garantir a presença das marcas no imaginário coletivo.

 

Vantagens do inbound marketing

Além dos custos serem um dos fatores que diferenciam o inbound e o outbound, existem também outras variáveis que precisam ser levadas em consideração, pesando favoravelmente para a segunda metodologia. São eles:

 

Custo reduzido de implantação

 

 

Você já se perguntou o quanto custa um comercial no horário nobre ou o espaço para ter uma página inteira de jornal ou revista? Com certeza é um valor altíssimo, que poucas empresas (a maioria já consolidada) podem pagar para divulgar sua marca.

Pequenos empreendedores que ainda estão engatinhando nos seus respectivos negócios são um dos maiores beneficiados pelo inbound marketing, principalmente pelas possibilidades de crescimento que ele oferece.  O marketing de conteúdo é um deles.

Através de elaboração constante de conteúdos educativos sobre seu segmento de mercado, com base no conceito de marketing de atração, é possível desenvolver autoridade e credibilidade com prospects e futuros leads.

Quando trabalhado em conjunto com SEO (Search Engine Optimization ou “Otimização para os mecanismos de busca”), essa estratégia de produção de conteúdo ganha ainda mais fôlego, já que facilita o entendimento do motores de busca, como o Google, de que o seu conteúdo (e seu site) merecem estar posicionados nos primeiros resultados da pesquisa orgânica.

 

Mais visibilidade e popularidade

 

 

Na medida que mais pessoas possuem conhecimento da sua empresa, seus produtos e serviços, mais conhecido você se torna. Ao construir perfis empresariais nas redes sociais, abastecê-los frequentemente com conteúdo e interagir com seguidores, cria-se uma presença em um dos locais em que seus possíveis clientes passam a maior parte do tempo.

Segundo relatório produzido pela agência WE ARE SOCIAL, o Brasil é o terceiro país em que se passa mais tempo na internet. Dentre uma média de 9 horas navegando na web cerca de 3 horas são dedicadas exclusivamente para as redes sociais, sobretudo Facebook e Youtube.

São 130 milhões de pessoas conectadas, tanto em dispositivos móveis quanto em computadores de mesa e portáteis em geral, que não podem ser ignoradas e representam milhares de oportunidades de negócios ao se tornarem leads e, posteriormente, prospects.

 

Maior lucratividade (ROI)

 

 

Também conhecido como Retorno sobre Investimento, o ROI é considerado uma das métricas mais importantes quando se quer saber a quantidade de receita gerada após a realização de campanhas de marketing, treinamentos com foco em vendas, compra de ferramentas de gestão, entre outras ações.

Ao focar no inbound Marketing, deixando o outbound em segundo plano, a mensuração de resultados se torna mais fácil de ser realizada, munindo o cliente com informações valiosas, como valor investido, custo por cliente (CAC) e número de clientes prospectados.

Além de possibilitar total controle sobre tendências, e permitir ações pontuais a fim de corrigir possíveis erros, a criação de relatórios diários, semanais e mensais se torna outra vantagens do marketing de atração.

 

Garante melhor segmentação do público-alvo

 

Conhecer bem para quem você está vendendo é um dos principais segredos para ser bem sucedido do seu ramo de atuação. Por isso, a figura da persona (cliente ideal) é tão importante e necessária.

Criada com o objetivo de moldar o perfil de leads e prospects, a persona consiste em um indivíduo que possui seus próprios anseios, desejos e necessidades, representando um ser humano complexo.

Mas, como moldá-lo ao nosso favor? A resposta é simples: através da elaboração e envio de formulários, dados demográficos e comportamentais (coletados de ferramentas como o Google Analytics). Elaborar uma planilha com nome, idade, cargo, nível de escolaridade, objetivos pessoais e profissionais já é um primeiro passo na moldagem da persona, para auxiliá-lo na estratégia de inbound marketing.

Agora que você já tem uma ideia mais clara sobre marketing inbound e já saber como ele pode ser útil na geração de oportunidades de negócio, aproveite para conhecer também mais sobre serviços ligados diretamente à essa metodologia como e-mail marketing e social media.